Lista

Immanuel Kant

Belo, é tudo quanto agrada desinteressadamente.

O mesmo acontece ao mérito e à inocência: perde-se, desde que deles nos sustentemos.

O desejo é a autodeterminação do poder duma pessoa pela imaginação de um fato futuro, que seria o efeito desse poder.

Uma proposição incorreta é forçosamente falsa, mas uma proposição correta não é forçosamente verdadeira.

O princípio da finalidade não é constitutivo, mas regulador.

A moral, propriamente dita, não é a doutrina que nos ensina como sermos felizes, mas como devemos tornar-nos dignos da felicidade.

Quanto mais amor temos, tanto mais fácil fazemos a nossa passagem pelo mundo.

Lembre-se de esquecer.

A missão suprema do homem é saber o que precisa para ser homem.

Mesmo a mulher mais sincera esconde algum segredo no fundo do seu coração.

Age de modo que consideres a humanidade tanto na tua pessoa quanto na de qualquer outro, e sempre como objetivo, nunca como simples meio.

A geometria é uma ciência de todas as espécies possíveis de espaços.

É no problema da educação que assenta o grande segredo do aperfeiçoamento da humanidade.

É por isso que se mandam as crianças à escola: não tanto para que aprendam alguma coisa, mas para que se habituem a estar calmas e sentadas e a cumprir escrupulosamente o que se lhes ordena, de modo que depois não pensem mesmo que têm de pôr em prática as suas idéias.

Pensamentos sem conteúdos são vazios; intuições sem conceitos são cegas.

O Estado, ao igual que o solo sobre o que se acha situado, não é um patrimônio. Consiste numa sociedade de homens sobre os quais unicamente o Estado tem direito a mandar e dispor. É um tronco que tem suas próprias raízes.

O sonho é uma arte poética involuntária.

O direito é o conjunto de condições que permitem à liberdade de cada um acomodar-se à liberdade de todos.

Só há uma religião verdadeira, mas podem haver muitas espécies de fé.

Duas coisas enchem o ânimo de admiração e respeito, sempre novos e crescentes, quanto com mais freqüência e aplicação se ocupa delas a reflexão: o céu estrelado sobre nós e a lei moral dentro de mim.

A educação é o desenvolvimento no homem de toda a perfeição de que sua natureza é capaz.

Quando podia ter tomado uma esposa, não pude suportar nenhuma; e quando pude suportar a alguma, já não precisava de nenhuma.

Nas trevas a imaginação trabalha mais ativamente do que em plena luz.

Todo nosso conhecimento nasce no sentido, passa pelo entendimento e termina na razão.

Dormia e sonhava que a vida era bela; acordei e adverti que a vida era dever.

A democracia constitui necessariamente um despotismo, porquanto estabelece um poder executivo contrário à vontade geral. Sendo possível que todos decidam contra um cuja opinião possa diferir, a vontade de todos não é por tanto a de todos, o qual é contraditório e oposto à liberdade.

O sábio pode mudar de opinião. O ignorante, nunca.

A felicidade não é um ideal da razão, mas sim da imaginação.

As qualidades sublimes infundem respeito; as belas amor.

Não se pode aprender filosofia, tão só se pode aprender a filosofar.

A liberdade é aquela faculdade que aumenta a utilidade de todas as demais faculdades.

A paciência é a fortaleza do débil e a impaciência, a debilidade do forte.

A principal regra é não cultivar isoladamente nenhuma faculdade por si mesma; é cultivar cada uma delas com relação às outras.

As idéias da razão pura jamais podem ser em si mesmas dialéticas, mas tem que ser o seu simples abuso que faz com que delas surja uma aparência enganosa.

Voltaire disse que o céu nos tinha dado duas coisas para equilibrar as numerosas desgraças da vida: a esperança e o sonho. Podia ter acrescentado o riso.

Não há virtude tão forte que esteja a salvo da tentação.

A mulher, com o casamento, adquire a liberdade – o homem perde-a.

Você é livre no momento em que não busca fora de si mesmo alguém para resolver os seus problemas.

A educação é o maior e mais difícil problema imposto ao homem.

Amizade é como café, uma vez frio nunca volta o sabor original, mesmo aquecido.

O direito é a coação universal que protege a liberdade de todos.

Somos todos iguais perante o dever moral.

À música se une uma falta de cortesia, visto que prejudica a liberdade dos outros.

A sabedoria das mulheres não é raciocinar, é sentir.

O homem é ciumento quando ama – a mulher também, sem que ame.

O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele.

O homem é o único animal que precisa trabalhar.

O Estado cumpre o seu objetivo quando assegura a liberdade de todos.

A religião é o reconhecimento de todos os nossos deveres como preceitos divinos.

O homem só pode ser homem mediante a educação.

Faça de maneira que a máxima de tua vontade possa ser o tempo todo princípio de uma lei geral.

Como o caminho terreno está semeado de espinhos, Deus deu ao homem três dons: o sorriso, o sonho e a esperança.

É absolutamente necessário persuadir-se da existência de Deus; mas não é necessário demonstrar que Deus existe.

Deixe uma resposta

Close