Lista

Ana Paula Padrão

Meu marido é a coisa mais importante da minha vida. Não vou envelhecer na bancada do jornal. Vou envelhecer em casa, com minha família.

Orgulho-me de ter tornado a economia um assunto mais fácil para o consumidor brasileiro.

Não consigo comer em situação de tensão.

Eu nunca deixarei de apurar uma informação.

Continuarei sendo uma repórter na função de apresentadora, quero trazer notícia para o telespectador.

Gravamos tudo! A forma como eles festejam é totalmente diferente dos nossos costumes. Obs.: Sobre a comemoração dos 60 anos da Fundação do Partido dos Trabalhadores da Coréia.

Foi algo muito inusitado. Pude conhecer um país totalmente fechado. No total, temos 20 fitas gravadas, que falam das questões econômica e nuclear, da possibilidade da reunificação com a Coréia do Sul e ainda o fator comportamento daquela população.

Temos novas séries especiais sendo elaboradas. Também pretendemos deixar o jornal aos sábados com notícias mais leves, não tão factuais. Uma nova coluna sobre clima também é pensada. Por exemplo, ao invés de falar somente do tempo, podemos falar das estações e até de agronegócio.
Obs.: Revelando algumas mudanças no SBT.

Estou trabalhando muito, arduamente, mas o resultado tem me deixado cada vez mais confiante. A credibilidade em nosso conteúdo jornalístico existe e tende a crescer mais e mais.

Com certeza foi o fato de eu ter completado quarenta anos, num dos momentos, que eu considero, mais felizes da minha vida!

Sofro cada vez que dou uma palestra ou recebo um prêmio. Fico com a mão fria, nervosa. Na adolescência, o trauma era outro. Eu era feia. Até os 16 não usei saia, achava minhas pernas feias. E só vestia camisas de mangas compridas porque achava os braços magros. Até os 15, ninguém olhava pra mim.

A minha busca da maternidade foi limitada pela questão física. Não há nada que eu possa fazer. Tudo o que eu podia fazer, eu fiz.
Obs.: Sobre engravidar.

Como doces pra caramba e sou chocólatra.

Pedi durante dois anos para sair daquele horário do Jornal da Globo e não fui atendida. Tinha de cuidar da minha vida pessoal, afinal trabalho se arranja, mas marido não.

Sou tímida. Por isso podem achar que sou esnobe. Não me incomodo que as pessoas me parem, falem comigo.

Deixe uma resposta

Close