Lista

Paul Valéry

O homem é absurdo por aquilo que busca, grande por aquilo que encontra.

Agradar a si mesmo é orgulho; aos demais, vaidade.

Os homens se diferenciam pelo que mostram, e se parecem pelo que escondem.

A história é o mais perigoso produto jamais preparado pela química do intelecto. Provoca sonhos, inebria as nações, sobrecarrega-as com falsas reminiscências.

Peça desculpas quando agir bem; nada fere tanto.

Cada gota de silêncio é a chance para que um fruto venha a amadurecer.

Duas coisas ameaçam o mundo: A ordem e a desordem.

O homem sério tem poucas idéias. Um homem de idéias nunca é sério.

Elegância é a arte de não se fazer notar, aliada ao cuidado subtil de se deixar distinguir.

Um grande homem é aquele que morre duas vezes. Primeiro, como homem; e depois, como grande homem.

Verdadeiramente bom só é o homem que nunca censura os outros pelos males que lhe acontecem.

É cómodo cortar ou coroar uma cabeça, mas, pensando bem, torna-se ridículo. Isso é acreditarmos que essa cabeça encerra em si uma causa primeira.

Um chefe é um homem que precisa dos outros.

Um homem competente é um homem que se engana segundo as regras.

Deixe uma resposta

Close