Lista

Mateo Alemán

Costumam dizer que o homem que se apetece da solidão tem muito de deus ou de besta.

O sangue se herda, o vício se afeiçoa.

Não há palavra nem pincel que chegue a manifestar amor de pai.

Todo homem deve desejar viver para saber, e saber para bem viver.

A juventude não é um tempo da vida, é um estado do espírito.

Como ao bem ocupado não há virtude que lhe falte, ao ocioso não há vício que não o acompanhe.

A mulher, quanto mais olha a cara, tanto mais destrói a casa.

Onde a força oprime, a lei quebra-se.

O vinho não embriaga tanto ao homem como o primeiro movimento da ira, pois ele cega o entendimento sem deixar luz para a razão.

Deve-se dar a fortuna para não adquirir um inimigo; muito importa não o ter, e quem o tiver trate-o de maneira tal como se em breve tivesse de ser amigo dele.

Não há vasilha que meça os gostos nem balança que os iguale; cada qual tem o seu, e, pensando que é o melhor, é o mais enganado.

Não há professor como o exercício.

Não se conhece o bem enquanto não se o perde.

Para o amor e a morte, não há coisa forte.

Devem-se buscar os amigos como os bons livros, pois a felicidade não está em que sejam muitos, nem muito curiosos, antes em que sejam poucos, bons e bem conhecidos.

Conselho cordato é enfrentar as adversidades com rosto alegre, porque com ele se vencem os inimigos e se dá alento aos amigos.

Para os aduladores não há rico tolo nem pobre discreto, porque têm óculos de vista larga com que se representam as coisas.

O desejo vence o medo, atropela inconvenientes e aplana dificuldades.

Ninguém se julga como o julgam; penso de mim o que tu pensas de ti; qualquer tem pela melhor a maneira de tratar-se, por mais correta a vida, por mais justa a sua causa, pela maior a honra e por acertadas as seleções que faz.

É mais fácil suportar as aflições de estômago cheio.

A alma triste nos prazeres chora.

O melhor remédio contra as ofensas é desprezá-las.

Quem não tem necessidades próprias dificilmente se lembra das alheias.

Nunca o olho do ávido dirá, assim como não o dizem jamais o mar e o inferno: a mim basta.

Deixe uma resposta

Close